Ir para o conteúdo
Blogs de indústria da Microsoft

Restaurando a individualidade no setor bancário pelo domínio dos dados

As instituições financeiras estão nadando em dados de boa qualidade, que as informam sobre muitas das prioridades e preocupações essenciais de seus clientes. Esses dados são provenientes de interações com clientes em diversos canais internos e também de terceiros, como redes sociais e outras interações online. Mas o desafio continua: como extrair sentido dos dados e transformá-los em insights acionáveis? Medidas de segurança e requisitos do conceito Conheça seu Cliente (KYC, Know Your Customer) podem ter tornado os bancos bastante hábeis em discernir a identidade de seus clientes, mas pouquíssimas instituições compreendem seus clientes e suas necessidades específicas. Essa desconexão tem implicações de longo alcance.

Percepções externas

O problema mais notável, do ponto de vista dos clientes, é a dissonância que ocorre quando eles são forçados a passar por obstáculos adicionais ao interagirem com sua instituição financeira. Por exemplo, quando um cliente solicita um empréstimo ou uma linha de crédito, a maioria dos bancos pede comprovação de renda, ainda que 82% dos trabalhadores nos EUA tenham seus contracheques depositados diretamente. Essa desconexão põe em questão não apenas o que a instituição financeira está fazendo com os dados que coleta, mas também até que ponto as diferentes áreas da instituição entendem o que as demais estão fazendo.

Você aceitaria conselhos sobre produtos financeiros de uma instituição que obviamente não entende e nem mesmo tenta entender sua situação? A falha em entender e usar os dados adequadamente para oferecer um atendimento personalizado prejudica a confiança que os bancos esperam recuperar e que tem sido a base de seus relacionamentos com clientes há décadas.

Criando coesão na nuvem

Mas e se uma instituição financeira adotar um modelo de dados diferente, onde os dados não residem em sistemas separados, mas, sim, em um data lake seguro? Os benefícios de tal modelo são numerosos, mas há dois que são claros: cibersegurança e análises avançadas. Do ponto de vista da segurança, há menos superfícies de ataque; do ponto de vista analítico, dados consolidados são a base para a aprendizagem de máquina e a inteligência artificial, permitindo, assim, uma verdadeira aprendizagem sobre os clientes e suas necessidades individuais.

Imagine aproveitar o poder computacional quase infinito da nuvem para promover decisões de IA em tempo real, capazes de identificar clientes imediatamente e usar a riqueza de dados de uma instituição financeira para oferecer produtos e serviços personalizados. Os clientes não são mais um conjunto de números de contas e pontuações de crédito, mas, sim, indivíduos que possuem circunstâncias exclusivas, aos quais os bancos podem apresentar ofertas sob medida.

Restaurando digitalmente a fidelidade

No início do século 20, era possível que um gerente de banco conhecesse pessoalmente todos os seus clientes — por exemplo, em termos do rendimento de suas colheitas ou da lucratividade de suas lojas — e pudesse recomendar produtos financeiros que os ajudassem a ter sucesso em seus empreendimentos. Mas, infelizmente, essa rara situação ideal não pôde acompanhar a crescente complexidade de objetivos, relacionamentos e produtos financeiros. A computação em nuvem e os recursos de análise e inteligência artificial que ela viabiliza mudaram a forma como as instituições financeiras são capazes de interagir com seus clientes: agora elas podem fazê-lo individualmente — e também em escala.

Os clientes estão procurando por uma experiência intuitiva e orquestrada — um parceiro que entenda suas necessidades e ofereça assistência proativamente. As instituições financeiras estão exclusivamente posicionadas para serem orquestradoras de serviços altamente diferenciados e personalizados, e de valor, na forma de inteligência derivada de vastos repositórios de dados de clientes. A chave para cumprir essa promessa é dominar os dados.

Viabilizar a inovação é a principal missão da Microsoft: entendemos que a transformação pode ser um desafio, mas também acreditamos que ela oferece uma promessa incrível. Nossa abordagem é tirar proveito da tecnologia de formas inovadoras — viabilizando a agilidade nos negócios com as ferramentas que definirão o futuro das interações com clientes.

Como seu parceiro de tecnologia confiável, oferecemos tanto know-how no setor quanto soluções corporativas. E podemos ajudar você em qualquer estágio do seu roteiro de transformação digital.