Ir para o conteúdo
Blogs de indústria da Microsoft

Quatro maneiras pelas quais a tecnologia pode incentivar a conformidade tributária voluntária

Recompensa ou punição? Para as autoridades fiscais que buscam aumentar a arrecadação de receita e, ao mesmo tempo, minimizar a fraude e a evasão, a solução se resume a uma dessas duas abordagens.

A abordagem da “punição” é antagônica: favorece uma abordagem coerciva ao cumprimento das obrigações fiscais e ameaça punir a falta de pagamento. A abordagem de “recompensa” procura criar uma cultura na qual os contribuintes sentem que a autoridade fiscal está do seu lado; eles veem claramente o benefício social mais amplo de pagar os impostos, e o processo de apresentação de declarações e de pagamento é fácil e não intimidante.

A recompensa é melhor — para todo mundo

Muitos dos atuais governos estão achando a segunda abordagem mais proveitosa. Incentivar a conformidade voluntária não resulta apenas em uma maior proporção de impostos sendo coletados em tempo hábil. Essa abordagem também  permite que a autoridade fiscal reduza os custos da coleta de receita, uma vez que ela gasta menos tempo e dinheiro em investigações e fiscalização.

Fazer isso acontecer é mais difícil. Em muitos países, há um clima de medo entre os cidadãos quando se trata de pagar impostos. Mudar essa percepção demanda tempo e esforço, e eventos como este recente golpe por telefone aqui no Canadá não ajudam: criminosos se fizeram passar por agentes da Receita canadense e exigiram pagamentos imediatos por meio de ameaças, tendo extraído, de cidadãos aterrorizados, 10 milhões de dólares canadenses até o momento.

Quatro tecnologias que ajudam a promover a conformidade voluntária

Nosso trabalho com autoridades fiscais em todo o mundo mostrou que a tecnologia pode desempenhar um papel importante na criação de uma cultura de confiança e cooperação que leva à conformidade voluntária. Aqui estão quatro tecnologias que podem ajudar os contribuintes e as autoridades fiscais a trabalhar de forma mais produtiva em conjunto:

Nuvem: Esse é o primeiro passo para muitas autoridades que estão em busca de migrar serviços online e garantir que estes estejam sempre disponíveis. Oferecer um serviço 24/7 na nuvem significa que os cidadãos têm sempre um lugar onde encontrar orientação, apresentar declarações e efetuar pagamentos. A escalabilidade da infraestrutura de nuvem significa que os serviços nunca ficam indisponíveis — até mesmo em momentos de pico de demanda, como nas datas finais para pagamento.

Ferramentas de colaboração: Quando as autoridades fiscais são capazes de colaborar e encontrar as informações de que precisam facilmente, as consultas e casos dos contribuintes podem ser resolvidos mais rapidamente. As autoridades podem usar ferramentas de produtividade online para trabalhar de maneira mais inteligente e dispor de mais informações e produtividade no atendimento aos contribuintes. Os dispositivos móveis permitem que as autoridades passem mais tempo em campo, ajudando os contribuintes a calcular o imposto ou o reembolso devido e apresentar a documentação correta.

Automação de processos de negócios: Formulários em papel podem ser notoriamente difíceis de preencher; até mesmo tentar encontrar o formulário certo pode ser uma tarefa extremamente difícil. Infundir com IA formulários online inteligentes pode ajudar — reconfigurando dinamicamente o formulário com base nas informações que o contribuinte está inserindo ou preenchendo previamente o formulário com informações preexistentes para economizar tempo.

No México, o Serviço de Administração Tributária oferece um portal online onde os contribuintes podem inserir sua identificação e ver suas deduções calculadas automaticamente, o que os ajuda a apresentar suas declarações com mais rapidez e precisão.

Serviços cognitivos: As autoridades fiscais podem seguir o exemplo de seguradoras inovadoras e usar serviços cognitivos, como chatbots e assistentes de voz, para tornar mais fácil para os contribuintes navegar nos serviços e encontrar as informações de que precisam. O Australian Taxation Office, por exemplo, introduziu a “Alex”, uma assistente virtual que pode ajudar a responder perguntas gerais de cidadãos e empresas.

Obtenha o guia completo para a transformação digital

Para autoridades fiscais em busca de aumentar as taxas de conformidade voluntária, vale a pena explorar todas essas iniciativas tecnológicas. Para ver como elas podem se encaixar em uma estratégia de transformação digital mais ampla, faça o download de um guia abrangente da Microsoft e da PwC: Digital Transformation of Tax Administration (Transformação Digital da Administração Tributária).