Duas pessoas dentro de um escritório

A mobilidade e o trânsito não estão apenas mudando a forma como as pessoas se movem, eles são componentes-chave de um cenário urbano em mudança. O Desenvolvimento de veículos automatizados (clique aqui) continuou ao longo do último ano; os veículos elétricos estão ajudando a enfrentar as mudanças climáticas; e um desenvolvimento diversificado de mobilidade pública e privada nas cidades deu aos residentes mais opções de viagem do que nunca. O trânsito também está no topo da lista de prioridades do setor público, com a União Europeia, por exemplo, prometendo bilhões para o trânsito verde e a digitalização. 

Penso na mobilidade nos termos mais gerais possíveis. Inclui tudo, desde carros pessoais e transporte público, até táxis, serviços de carona compartilhada, bicicletas e scooters. A primeira oportunidade à nossa frente não é apenas melhorar todos esses modos individualmente, mas também criar um sistema de trânsito integrado e contínuo que atenda às necessidades de transporte das pessoas e as conecte fisicamente com os serviços que precisarem. Muitos expressaram essa visão diante de mim, e concordo que é fundamental para fazer nossos espaços urbanos funcionarem para todos. 

Resolver nossos problemas de mobilidade também representa uma segunda oportunidade: Construir a infraestrutura e as habilidades e capacidades organizacionais para criar um governo digital eficaz dentro de nossas cidades. A meu ver, os cinco elementos de transformação de nossos sistemas de mobilidade – infraestrutura digital, sustentabilidade, dados, parcerias e impacto aos residentes – são os mesmos elementos centrais da transformação digital necessários para refazer nossas cidades e governos municipais à medida que nos recuperamos dos efeitos econômicos e de saúde da COVID-19. 

Em cada caso, o nosso foco na mobilidade pode nos ajudar a construir para o futuro. 

Infraestrutura Digital 

A infraestrutura digital está no centro da mobilidade e da transformação digital. Veículos conectados, plataformas comuns baseadas em nuvem e conectividade onipresente de alta velocidade e baixa latência são todos necessários para atingir nossos objetivos de mobilidade. Para realizar a promessa de melhores serviços e melhor eficácia operacional que vêm com o governo digital, essa infraestrutura deve estar conectada a políticas que exigem que as agências governamentais adotem plataformas digitais e usem os dados de forma eficaz. A infraestrutura digital necessária para aproveitar ao máximo as soluções de mobilidade da próxima geração é precisamente o que os governos precisam adotar de forma abrangente. 

  • Como fazer dar certo: Adote uma plataforma comum, flexível e baseada em nuvem para infraestrutura digital e garanta que todas as soluções de mobilidade sejam criadas nessa plataforma ou possam conversar com ela por meio de uma API. 

Sustentabilidade 

Quando as pessoas pensam em veículos elétricos, a sustentabilidade já está no topo da lista. A gravidade das mudanças climáticas é impossível de exagerar e minimizar o impacto ambiental de nossos sistemas de trânsito é um objetivo importante. Além da mudança para o elétrico, nossos sistemas de trânsito também serão mais eficientes em termos de energia, ao melhorar a eficácia geral do sistema – encaminhando as pessoas para opções de viagem que as levarão ao seu destino rapidamente e reduzindo o desperdício. A sustentabilidade não termina na redução das emissões. Significa também avançar para uma infraestrutura digital limpa. 

  • Como fazer dar certo: Comece por compreender o problema Microsoft Sustainability Calculator representa um ponto de partida para ajudar as organizações a avaliar as emissões e avançar para um futuro limpo. Nossos sistemas de trânsito estarão no topo da lista, seguidos pela infraestrutura digital em todos os governos. 

Dados 

Veículos conectados e estações de trânsito trazem um nível sem precedentes de insight sobre como as pessoas se movem pela cidade. Isso é fundamental para entender a melhor forma de implantar serviços governamentais e melhorar as operações de trânsito. E, claro, construir a confiança dos cidadãos é fundamental para todo o esforço, portanto, os governos devem adotar padrões comuns para facilitar o uso desses dados entre os governos, enquanto mantém o anonimato e a privacidade dos cidadãos. Para conquistar e manter a confiança dos cidadãos, o CIO da Estônia, Siim Sikkut nos explicou no episódio 6 do nosso podcast Futuro do Setor Público o sistema usado em seu país que permite às pessoas verem quem acessou seus dados e até mesmo desafiar a legitimidade desse acesso. 

E em Londres, a Govia Thameslink Railway aproveitou a tecnologia da Microsoft para fornecer acesso aberto, no GitHub, a muitos dos Power Apps que desenvolveu em resposta à Covid-19. Além disso, a GTR respondeu às necessidades dos passageiros compartilhando esses aplicativos com a indústria de transportes em geral, esta abordagem inovadora sobre o compartilhamento de dados para o bem maior visa a ter uso global e promover a liderança inovadora para além do setor ferroviário. Além de responder às necessidades dos passageiros compartilhando esses aplicativos com a indústria de transportes em geral, esta abordagem inovadora sobre o compartilhamento de dados para o bem maior visa a ter uso global e promover a liderança inovadora para além da indústria ferroviária. 

  • COMO FAZÊ-LO: Avalie as leis e regulamentos de compartilhamento de dados entre agências e criar uma estratégia de dados comum, incluindo regras claras para o compartilhamento. Envolva os legisladores, quando necessário, para pressionar por mudanças legais necessárias. Então, use sua infraestrutura digital como a plataforma comum para reunir tudo isso. 

Parcerias 

As empresas do setor privado estão na vanguarda da próxima geração de mobilidade pessoal e o governo terá, sem dúvida, de trabalhar em estreita colaboração com os parceiros do setor privado para ajudar a habilitar um sistema de trânsito plenamente ligado e interoperável. Como essas mesmas empresas são dedicadas ao desenvolvimento contínuo, essas parcerias também ajudarão os governos a criar plataformas flexíveis que podem mudar ao longo do tempo. As prioridades de hoje podem não ser as do amanhã. Uma combinação de infraestruturas flexíveis e parceiros inovadores ajudará o sistema geral a manter-se atualizado e responsivo. 

Parcerias bem-sucedidas exigirão comunicação constante e disposição para sustentar relações entre administrações e mudanças na liderança. As empresas terão de permanecer abertas a ambientes políticos em mudança. O retorno será uma infraestrutura crítica resiliente capaz de resistir ao teste do tempo, um resultado desejado em todo o espectro político. 

  • Como fazer dar certo: Seja criativo e encontre maneiras de se envolver com as empresas de melhor desempenho que possam demonstrar sucesso precoce e, construa baseado nisso. Muitas cidades e governos usam uma abordagem de parceria baseada em desafios para atrair talentos de todo o mundo e identificar o(s) parceiro(s) certo(s) sem se comprometer com aquisições de longo prazo que podem levar anos para serem realizadas. 

Impacto aos residentes 

Os residentes prezam a conveniência sobre quase todo o resto quando se trata de suas opções de mobilidade e trânsito. Os carros pessoais têm sido muitas vezes a opção mais conveniente para as pessoas, porque eles saem quando você sai, e vão exatamente para onde você quer ir. Para que os nossos sistemas de trânsito atinjam os seus objetivos, eles devem competir com base na conveniência. 

Para isso, as vozes dos residentes devem ser uma parte presente e informativa do processo. Os dados podem ajudar a orientar a tomada de decisões com base no uso real da infraestrutura. Mas os moradores da cidade entendem as necessidades de mudança de suas comunidades e como os sistemas estão influenciando suas vidas. As cidades devem estabelecer um canal consistente de feedback e levar esse feedback a sério. As empresas também se beneficiarão de um sistema de trânsito bem planejado. Embora as pessoas geralmente valorizem a conveniência pessoal, as empresas se concentrarão na economia de custos da eficiência energética, nos modelos de negócios facilitados pelo trânsito onipresente e na próxima geração de serviços de fornecimento, inclusive os veículos autônomos. 

  • Como fazer dar certo: Envolva as pessoas onde elas estão e trabalhe com organizações comunitárias confiáveis que possam reunir e separar as necessidades e feedback da comunidade. Para ganhar confiança e o envolvimento contínuo do cidadão, aja de acordo com o feedback fornecido e certifique-se de que seus planos atendam às necessidades dos residentes. 

O governo digital se concentra em fazer o governo funcionar melhor. A tecnologia nem sempre consegue fazer isso sozinha. Particularmente no setor público, onde a lei e a política são fundamentais, a tecnologia desempenha um papel importante que deve ser totalmente apoiado pelos líderes políticos para garantir que a tecnologia seja posta em prática para alcançar resultados reais. 

Por meio destes cinco elementos importantes, a tecnologia transformará o governo. Os sistemas de mobilidade são um lugar onde todos se encontram. Com a mobilidade já na vanguarda da mudança em nossos espaços urbanos, os líderes da cidade devem prestar muita atenção em como seus projetos de mobilidade podem permitir um governo mais eficaz em geral e agir como um modelo para a transformação digital. 

Visite nosso site para saber mais sobre como a Microsoft está ajudando a transformar o governo aqui.