Ir para o conteúdo
Blogs de indústria da Microsoft

Texto convidando para se preparar para a black friday

Em 2018, a Black Friday chegou à marca de R$ 3,9 bilhões em faturamento, sendo responsável por um aumento de 24% em comparação ao ano anterior, segundo a Ebit. Ao todo, foram 6,9 milhões de pedidos, ao custo médio de R$ 568,00 alta de 9%. 

A dois meses da próxima edição – que será realizada no dia 29 de novembro –, agora é a hora de se planejar e começar a colocar em prática ações que vão fazer sua empresa saltar na frente da concorrência, certo? Confira abaixo algumas dicas para se preparar para a Black Friday: 

Mobile first 

Otimizar a experiência do cliente em dispositivos móveis deve ser um dos grandes focos das empresas, já que, segundo o Shopify, 66% das vendas em 2018 foram feitas em celulares. Ao pensar em como tornar seu site responsivo, leve em conta fatores como fácil navegação, rápido carregamento das páginas e adaptação de formatos e dimensões de peças. 

Migração para a nuvem 

Uma das principais queixas dos consumidores em datas como essa é em relação à instabilidade nos sites. Com certeza você também já passou por essa situação: viu uma promoção legal, entrou no site, enfrentou problema com lentidão e desistiu da compra. Para evitar esse tipo de transtorno para o cliente e, consequentemente, a perda de milhares de vendas, cada vez mais as empresas têm buscado soluções que reforcem a estrutura de sua loja virtual e consigam lidar diretamente com o aumento de tráfego. 

Um exemplo de tecnologia ideal para resolver esse tipo de problema é o Azure, a nuvem da Microsoft. Com ele, é possível suportar uma grande quantidade de visitas em um período específico, com estabilidade e por um preço que cabe no orçamento. O Azure utiliza o meio de pagamento Pay As You Go. Você só paga o que consumir e pode desligar os recursos que não usar na hora que quiser. 

Solução por demanda 

O número de visitas para quem tem e-commerce costuma aumentar em grande escala na época de Black Friday. O Azure atua como um servidor online escalável, ou seja, a solução aumenta e diminui de acordo com o que é utilizado. Isso garante a estabilidade do seu site, independentemente da quantidade de tráfego.  

Além disso, você pode aumentar e diminuir o tamanho da banda de acordo com o período e depois voltar ao tamanho que melhor atende sua empresa em épocas normais. 

Ainda não se convenceu? Experimente a Conta Gratuita do Azure e ganhe 12 meses para conhecer seus serviços mais populares gratuitamente. 

Ganhe US$ 200 doláres ao se cadastrar no azure por 30 dias
https://azure.microsoft.com/pt-br/free/

Lembre-se, pequenas e médias empresas que usam a nuvem crescem 26% mais rápido. Além disso, segundo dados da Delloite, os negócios também são 21% mais rentáveis para quem utiliza esse tipo de serviço. Aproveite e saiba como o Paulo prepara seu e-commerce para vendas e picos de acesso em períodos especiais: