Ir para o conteúdo
Blogs de indústria da Microsoft

Duas mulheres em uma loja de roupas, enquanto uma delas usa um tablet

Em 2020, presenciamos varejistas serem duramente atingidos pelos efeitos econômicos da pandemia da COVID-19, com dezenas deles, como Neiman Marcus, J.C. Penney e Brooks Brothers, entre outros, declarando falência. Durante o caos sem precedentes de lockdowns e distanciamento social, os consumidores aceleraram sua mudança para compras on-line. Varejistas como Target e Best Buy viram as vendas on-line dobrarem, enquanto as vendas de comércio eletrônico da Amazon cresceram 39%.1 Varejistas enfrentaram interrupções na cadeia de suprimentos devido à COVID-19, eventos de mudanças climáticas, tensões comerciais e eventos de segurança cibernética.   

Após os últimos turbulentos doze meses, o que 2021 trará para a indústria de varejo? Conversei com parceiros de IoT do Microsoft Azure para entender como eles estão se planejando para 2021 e compilei insights sobre cinco tendências de varejo. Um tema que estamos vendo é um foco na eficiência. Os varejistas procurarão plataformas digitais pré-configuradas que aproveitem tecnologias baseadas na nuvem, incluindo Internet das Coisas (IoT), inteligência artificial (IA) e computação de ponta para atingir seus objetivos comerciais.  

Mulher em uma loja de roupas

 

Saiba como a Microsoft habilita o varejo inteligente aqui.  

Capacitando os trabalhadores da linha de frente com dados em tempo real 

Em 2021, os varejistas aumentarão a eficiência capacitando os trabalhadores da linha de frente com dados em tempo real. Os funcionários do varejo poderão responder mais rapidamente aos clientes e expandir suas funções para gerenciar entregas drive-thru, retornos e quiosques sem complicações.   

Na H&M Mitte Garten, em Berlim, a empresa capacitou os embaixadores funcionários com pulseiras elegantesconectadas à nuvem do Azure (clique aqui e confira). Com elas, eles podem receber pedidos em tempo real quando os clientes precisavam de ajuda em vestiários ou em um balcão de caixa. Os embaixadores também receberam instruções visuais de merchandising e atualizações promocionais.  

Através do aplicativo criado na plataforma wearable SaaS do parceiro da Microsoft Turnpike, com tecnologia Azure IoT Hub (clique aqui), esses funcionários da linha de frente também podiam se comunicar com seus colegas ou sua equipe de gerenciamento durante ou após o horário de funcionamento da loja. Com os dados em tempo real das pulseiras conectadas, os embaixadores da H&M foram capacitados para fornecer o melhor serviço da categoria.    

Carl Norberg, fundador da Turnpike explicou que “percebemos que, ao conectar sensores IoT da loja, sistemas de PDV e câmeras de IA, a equipe da loja foi instruída a interagir no lugar certo no momento certo”.  

Utilizando vídeos ao vivo para inovar em todos os canais 

O uso das opções de transmissão ao vivo tem explodido na China à medida que influenciadores vendem seus produtos através dos canais de mídia social. A Forbes projetou recentemente que quase 40% da população da China terá visto transmissões ao vivo durante 2020.2 Varejistas no Ocidente estão começando a utilizar a tecnologia de transmissão ao vivo para criar soluções omnichannel inovadoras.   

Por exemplo, a Kjell & Company, uma das principais varejistas de eletrônicos de consumo da Escandinávia, está usando uma solução da Bambuser e Ombori chamada Omni-queue construída no Ombori Grid, conheça aqui. A Omni-queue permite que os funcionários da loja lidem com uma combinação perfeita de visitantes físicos e on-line dentro da mesma fila usando vídeo de transmissão ao vivo individual para visitantes on-line.   

A Kjell & Company garante que os clientes de e-commerce recebam o mesmo nível de conhecimento técnico e serviço personalizado que receberiam em um de seus locais físicos.A Omni-queue também permite que os funcionários da loja sejam empregados de forma altamente eficiente com roteamento avançado e correspondência de conhecimento.  

Maryam Ghahremani, CEO da Bambuser, explica: “as compras em vídeos ao vivo são o futuro, e estamos tão animados para ver como a Kjell & Company encontrou um uso para a nossa solução individual.” Martin Knutson, CTO da Kjell & Company acrescentou: “Com locais de lojas físicas fortemente afetados devido à pandemia, oferecer uma maneira nova e inovadora para os clientes fazerem perguntas. especialmente sobre eletrônicos. será a chave para o sucesso contínuo da Kjell em migrar os clientes para plataformas on-line.”  

Dois funcionários trabalhando em um galpão

Aumentar a atuação em vários canais com dark stores e centros de microatendimento   

Em 2021, os varejistas continuarão a utilizar dark stores, lojas de varejo tradicionais que foram convertidas em centros de atendimento locais, e centros de microatendimento. Essas inovações na cadeia de suprimentos aumentarão a eficiência ao aproximar os produtos dos clientes.  

O parceiro da Microsoft Attabotics, uma empresa de cadeia de suprimentos de robótica 3D, trabalha com um varejista americano de lojas de departamentos de luxo para reduzir custos e tempo de entrega usando um centro de microatendimento. O uso exclusivo do espaço horizontal e vertical da Attabotics reduz as necessidades do armazém em 85%. A estrutura da Attabotics e as entregas robóticas utilizam o Microsoft Azure Edge Zones, o Azure IoT Central, e o Azure Sphere. 

O varejista de luxo aproveita o centro de microatendimento para embalar e enviar vários produtos de beleza juntos. Como resultado, os clientes experimentam prazos de entrega mais rápidos. O varejista também reduz os custos relacionados a embalagem, entrega e espaço de armazém.   

Scott Gravelle, Fundador, CEO e CTO da Attabotics  explicou: “o comércio está em uma encruzilhada e, para que os varejistas e as marcas prosperem, eles precisam se adaptar e aproveitar as novas tecnologias para atender efetivamente às crescentes demandas dos consumidores. As cadeias de abastecimento não foram criadas para o comércio eletrônico. Veremos as inovações da cadeia de suprimentos em automação e modulação decolarem em 2021, pois trazem uma variedade mais ampla de produtos para mais perto do consumidor e agilizam a coleta e o transporte para apoiar o comércio eletrônico.”  

 

Fila de trabalhadores e um homem aferindo a temperatura

Ajudando a manter a segurança dos trabalhadores de depósitos 

Como será isso? O trabalho recente da Cognizant com um varejista de vestuário esportivo dá uma ideia. Durante a alta temporada de férias, o varejista precisava proteger os funcionários de um depósito em expansão, minimizando o número de faltas. Para implementar o distanciamento físico e outras medidas de segurança, o varejista utilizou a solução Safe Buildings da Cognizant construída com os serviços Azure IoT Edge e IoT Hub.    

Com essa solução, os funcionários mantêm o distanciamento físico usando pulseiras inteligentes. Quando duas pulseiras inteligentes estavam dentro de uma distância pré-definida uma da outra por mais de um tempo estabelecido, as pulseiras do trabalhador zumbiam para reforçar comportamentos seguros. Os resultados levaram cerca de 98% de distanciamento no piloto inicial. À medida que o varejista planeja ampliar sua força de trabalho em outros locais, a implementação de módulos de segurança adicionais está sendo considerada:    

  • Verificações de temperatura sem toque.   
  • Os sensores de ocupação comunicam informações de capacidade à equipe de gestão para registros de conformidade.   
  • Os sensores de qualidade do ar fornecem dados ambientais para que a equipe da instalação possa ajudar a garantir condições ideais para a saúde dos trabalhadores.   

“Para que as organizações prosperem durante e após a pandemia, a segurança no local de trabalho não pode ser comprometida. A visibilidade em tempo real das ameaças está proporcionando às empresas de serviços essenciais uma vantagem na minimização proativa dos riscos, enquanto constrói a confiança dos funcionários e capacita a produtividade em um local de trabalho mais seguro”, diz Rajiv Mukherjee, Diretor de Práticas IoT da Cognizant para Varejo e Bens de Consumo.   

Otimizando a gestão de inventário com dados de borda em tempo real 

Em 2021, os varejistas aumentarão a adoção de soluções de borda inteligentes para otimizar a gestão de inventário com dados em tempo real. A maioria dos varejistas tem sistemas complexos de gestão de inventário. No entanto, mesmo que de alta qualidade, ainda pode haver lacunas de dados devido a serviços de coleta de alimentos, roubo e furtos. A chave para resolver essas lacunas é combinar dados em tempo real provenientes de aplicativos executados em câmeras e outros dispositivos de borda na loja física com dados de sistema de gestão integrado (ERP) de backend.   

A Seattle Goodwill trabalhou com a Avanade para implementar uma nova plataforma Dynamics baseada na Microsoft (clique e saiba mais) em suas 24 lojas. O novo sistema proporcionou visibilidade quase em tempo real do movimento de mercadorias dos depósitos para as lojas.  

Rasmus Hyltegård, Diretor de Análise Avançada da Avanade, explicou que “para garantir que o inventário saia rapidamente das prateleiras, os varejistas podem combinar insights de inventário em tempo real provenientes do acelerador de inventário inteligente da Avanade com outras soluções em toda a jornada de compra para atender às expectativas do cliente”. Hyltegård disse ainda que “os clientes podem verificar on-line para encontrar os produtos que desejam, encontrar as lojas com produtos em estoque e obter insights sobre quais lojas têm as filas mais curtas, o que é importante durante a pandemia e além. Uma vez que um cliente está na loja, a sinalização digital permite suporte pessoal.”  

 

 

Resumo 

O novo ano de 2021 traz diversas oportunidades para os varejistas. Prevemos que os líderes de varejo reinventem seus negócios investindo em plataformas que integram IoT, IA e tecnologias de computação de ponta. Os varejistas se concentrarão em aumentar a eficiência para reduzir os custos. As plataformas modulares suportadas por um ecossistema de soluções de parceiros fortes capacitarão os trabalhadores da linha de frente com dados, aumentarão o atendimento omnichannel com dark stores e microatendimento, utilizarão vídeo ao vivo para aprimorar a abordagem omnichannel, priorizarão a segurança de trabalhadores nos depósitos e otimizarão o gerenciamento de inventário com dados em tempo real.  

Saiba como a Microsoft habilita o varejo inteligente aqui.  

Baixe aqui o white paper da Avanade Microsoft, Agora é o momento de reimaginar a experiência na loja.  

Baixe aqui o Guia estratégico para o varejo em 2021 da Microsoft.

Baixe aqui o Relatório IoT Signals e leia a pesquisa de varejo. 

 

1US Ecommerce Growth Jumps to More than 30%, Accelerating on-line Shopping Shift by Nearly 2 Years, Inside Intelligence eMarketer, outubro de 2020.  

2Live Streaming E-Commerce Is The Rage In China. Is The U.S. Next? (forbes.com)