Ir para o conteúdo
Blogs de indústria da Microsoft

O Windows Server 2016 é a nova versão do sistema operacional cloud-ready da Microsoft, que oferece toda a segurança, eficiência e aplicações necessárias para que sua estrutura de TI tenha mais valor e inovação à sua empresa. Assim, a sua estrutura de TI passa a desempenhar um papel muito mais estratégico dentro da sua organização, ajudando a trazer o seu negócio para a nova era de Transformação Digital.

Aumente sua segurança

O Windows Server 2016 já conta com aplicações nativas que protegem seu sistema de ataques e permitem que você atenda os requerimentos de segurança. Além disso, mesmo que alguém consiga invadir o seu ambiente, o Windows Server 2016 limita os danos causados e detecta atividades suspeitas. Além disso o sistema também:

  • Protege suas máquinas virtuais: use máquinas virtuais blindadas para criptografar suas VMs com BitLocker e assegurar que elas só rodem em hosts aprovados pelo Host Guardian Service.
  • Ajuda a proteger as credenciais dos administradores: protege as credenciais de ataque Pass-the-Hash utilizando o Credential Guard e o Remote Credential Guard, além de controlar os privilégios de cada admnistrador com o Just-In-Time Administration e o Just Enough Administration que, juntos, ajudam a minimizar o tempo e a capacidade garantidos para privilégios específicos.
  • Protege o sistema operacional: resiste à ataques com o Control Flow Guard nativo que ajuda a prevenir que as memórias sejam corrompidas e com o Windows Defender otimizado para cada função do servidor. Ajuda a garantir que apenas softwares confiáveis possam rodar no servidor com o Device Guard.
  • Melhora a habilidade de detectar ataques: usa capacidades avançadas de auditamento para ajudar a detectar comportamentos maliciosos.
  • Aplicações isoladas: ajuda a proteger as aplicações baseadas em containers com o Hyper-V containers, que não compartilham os kernel host com outros containers. Utiliza um firewall distribuído e um recurso de rede definido pelo software, para controlar o tráfego de rede interno e externo para as VMs

Seja mais eficiente

As operações do datacenter estão lutando cada vez mais para reduzir custos enquanto o tráfego de dados aumenta. Novas aplicações esticam ainda mais a operação, criando backlogs que podem retardar as operações. À medida que as empresas ultrapassam os limites de ambientes altamente virtualizados, podem usar os recursos do Windows Server 2016 para enfrentar os desafios operacionais e de segurança, liberando recursos de TI para planejar uma estratégia que usa a nuvem para futuras aplicações e soluções.

  • Confie seus workloads em um hypervisor de padrões empresariais: seus workloads irão performar no Hyper-V que a Microsoft utiliza para rodar datacenters de grande escala ao redor do mundo. E, quando necessário, você poderá facilmente migrar um workload on-premises do Hyper-V para uma VW do Windows Server em Azure.
  • Reduza a footprint datacenter: aumente a disponibilidade e reduza o uso de recursos com o “just enough OS” usando a opção de instalação do Nano Server, com uma imagem que é 25 vezes menor do que do Windows Server 2016.
  • Atualize de forma eficiente: modernize os clusters da sua infraestrutura para o Windows Server 2016 com tempo de inatividade zero para os workloads do servidor de arquivos Hyper-V ou Scale-ou sem a necessidade de um novo hardware, usando atualizações de cluster do Modo OS Misto.
  • Open Source: desenvolva suas aplicações em múltiplos sistemas operacionais com nosso suporte para Linux em Hyper-V.
  • Automatize o gerenciamento do servidor: use o PowerShell 5.1 e o Desired State Configuration para automatizar operações de rotina.
  • Administre remotamente: controle os servidores do Windows de qualquer lugar usando as ferramentas de gerenciamento.

Sistemas de armazenamento são críticos para a performance da maioria das aplicações. As capacidades de armazenamento software-defined do Windows Server 2016, diferente dos sistemas tradicionais, utiliza políticas e automações para reduzir custos e dar escalabilidade para seu negócio.

As infraestruturas de rede tradicionais são rígidas e complexas. As organizações podem responder mais rapidamente às mudanças do mercado, movendo a camada de controle de rede a partir de hardware para software, criando uma rede definida por software. Isso lhes permite configurar e gerenciar dispositivos de rede físicos e virtuais, como roteadores, switches e portas de entrada, resultando em balanceamento automático de carga e capacidade de mudar os workloads sem ajuste de computadores. A TI pode continuar a usar switches, roteadores e outros dispositivos de hardware com os controladores virtuais, enquanto uma integração mais profunda entre a rede virtual e a rede física.

Fomente a inovação

Cada vez mais, as organizações usam aplicativos para ajudar a se diferenciar da concorrência. Os aplicativos ajudam a conquistar, envolver e oferecer suporte aos clientes. Desenvolvedores construindo e desenvolvendo os aplicativos tendem a ter pouca paciência para as realidades da infraestrutura de TI. Eles não querem esperar por demorados serviços de TI, pois precisam que as aplicações funcionem da mesma forma que elas funcionam em suas máquinas.

O Windows Server 2016 suporta novas aplicações utilizando as tecnologias de containers e microservices. Os containers ajudam a acelerar o desenvolvimento e implantação das aplicações de uma forma que desenvolvedores e IT possam colaborar. Além disso, desenvolvedores podem usar as estruturas do microservices para separar as funcionalidades dos aplicativos em serviços menores e independentes, tornando a atualização de partes do aplicativo mais fácil, sem afetar a aplicação completa.

Agora você está preparado para liderar a Transformação Digital de sua empresa. Acesse agora mesmo o site de Windows Server 2016 e comece agora mesmo!