Uma mulher trabalhando

A Microsoft desenvolveu uma abordagem inovadora para o novo sistema brasileiro de pagamentos instantâneos, regulamentado pelo Banco Central do Brasil, o PIXTania Cosentino, General Manager da Microsoft Brasil, comenta sobre a importância estratégica dessa iniciativa: A proposição de valor da Microsoft traz a alta performance da plataforma de nuvem do Azure para os módulos do PIX, agilizando o processamento de transações com alta eficiência operacional, proporcionando um apurado controle financeiro das transações, garantindo a conformidade regulatória. 

Potencial ampliado para geração de negócios 

Se, por um lado, o PIX desafiou o setor bancário a rever o modelo de tarifas para pagamentos e transferências financeiras, por outro trouxe a oportunidade de o setor reinventar-se, criando produtos e serviços mais inteligentes, além de novos modelos de retenção e fidelização. Se a disputa antes era por abertura de contas correntes, seja nos bancos tradicionais ou nos neobanks (novos modelos de banco digital), agora a corrida é para captar o maior número possível de cadastramento de chaves do PIX. Fabio Mittelstaedt, Head da Indústria de Serviços Financeiros na Microsoft Brasil, explica o impacto dessa mudança para o consumidor: “entender como será essa mudança nos hábitos do consumidor bancário com o PIX e como as famílias gerenciam suas finanças, traz a oportunidade de utilizar o PIX para aumentar ainda mais a frequência de uso de pagamentos digitais em grande escala e agregar serviços financeiros digitais para tornar o ciclo de vida financeiro mais completo e inteligente. 

Além disso, todas as camadas de segurança do Microsoft Azure, viabilizam um melhor controle da identidade digital no registro do domicílio bancário, e chaves dos PIX pelos consumidores e empresas que atualmente já estão utilizando dados como CNPJ, CPF, número do celular, e-mail – entre outros fatores de identificação – para viabilizar pagamentos e transferências a partir do início das operações do PIX em 16 de novembro. 

O PIX também tem um papel social importante, pois democratiza o acesso a transações eletrônicas para clientes não bancarizados ou para quem ainda não é cliente de instituições bancárias convencionais – facilitando o recebimento de recursos e pagamentos, sem a necessidade de usar meios físicos como cartões ou cheques.  

Um trabalhando em seu notebook

PIX na nuvem da Microsoft 

A solução completa da Microsoft para o PIX no Azure complementa os requisitos regulatórios do Banco Central do Brasil com capacidades analíticas de dados, inteligência artificial, antifraude em tempo real e insights do consumidor, que podem ser estendidos e incorporados em um Super App, enriquecendo os modelos futuros de Open Banking, que têm suas primeiras entregas ainda em 2020. 

A nuvem da Microsoft é o ambiente perfeito para a construção de sistemas que serão integrados aSPI (Sistema de Pagamentos Instantâneos) do Banco Central, pois fornece escalabilidade dos serviços de acordo com o volume de transações, mantendo um melhor controle dos custos ao mesmo tempo que garante a performance necessária para o processamento dos sistemasEssa capacidade elástica da nuvem se torna ainda mais importante devido à imprevisibilidade do volume de transações do SPI – as quais devem evoluir, e gradualmente substituir o uso de dinheiro físico por moeda digital, além de oferecer uma alternativa a outros meios de pagamento como cartões e boletos e dispensando tarifas como DOC e TED. 

Para auxiliar nossos clientes, a Microsoft também construiu uma série de diferenciais na sua abordagem de PIX, criando uma arquitetura robusta, incluindo uma visão de fluxo analítico avançado para PIX, capturando insights de negócios a partir das transações e do comportamento dos consumidores, enriquecendo esses dados através de inteligência artificial e machine learning, devolvendo valor para BancosFintechsVarejistas – clientes – por meio de recomendações personalizadas e uma melhor experiência de uso das soluções de pagamento. 

Além disso, a Microsoft investiu por mais de um ano – envolvendo cerca de 125 cientistas de dados na sua matriz em Redmond, Seattle – para modelar algoritmos de antifraude com inteligência artificial no Azureque atendem o requerimento de performance do Banco Central do Brasil. Se a transação do PIX tem de ocorrer entre e 3 segundos no máximo, o motor antifraude deve rodar praticamente em tempo real (ou seja: em menos de 1 segundo), e a Microsoft já vem entregando essa performance em grandes bancos internacionais nos últimos 12 meses. Esse é um benefício enorme para os Bancos e seus clientes, pois as transações do PIX são irrevogáveis, tornando mais complexo o processo de contestação em caso de fraude. 

Outros módulos do PIX desenvolvidos pela Microsoft com seus parceiros, incluem QR Code estático e dinâmico, Stand-in (diferencial que permite análise de transações mesmo quando o Core Banking estiver indisponível ou não responsivo) e pagamentos recorrentes (que viabilizam programar pagamentos de forma simples e ágil, com conveniência em alguns casos até maior do que débito automático e uso de cartão de crédito para programas de assinatura mensal). Algumas dessas funcionalidades estão previstas para a fase 2 do PIX a partir de 2021. 

 

Quais são os principais diferenciais do PIX na plataforma da Microsoft? 

Confira um resumo dos principais diferenciais do PIX na nuvem da Microsoft: 

  1. Controle dos custos com infraestrutura. provisionamento correto da nuvem de acordo com as características de cada situação como – por exemplo – um vale de transações no período da madrugada, permite um melhor gerenciamento operacional e financeiro; 
  2. Escalabilidade para atender a demanda. Ao longo do tempo, o PIX tende mostrar uma adoção aceleradaseja pela isenção de tarifas ou pela conveniência de transacionar vários canais com uma chave simples pessoa a pessoa. Para isso, as instituições precisam estar prontas para atender de forma rápida e flexível os constantes picos de demanda que podem surgir quando grandes varejistas, micro varejo, e comerciantes informais passarem a usar o PIX de forma mais ampla. 
  3. Resiliência para um novo modelo de pagamentos. Os serviços em nuvem ajudam a construir uma plataforma mais resistente para o PIX, com melhor controle e diferentes camadas para evitar paralisações. 
  4. Segurança inteligente e centralizada. Além de oferecer produtos e serviços inovadores em monitoramento e segurança tecnológica, a arquitetura de referência do Azure para o PIX facilita a gestão proteção dos certificados utilizados na comunicação com o SPI. 
  5. Agilidade no TimetoMarket. A partir da arquitetura de referência do PIX no Azure, as instituições financeiras podem realizar o desenvolvimento interno rapidamente com suporte da Microsoft, ou implantar esses serviços por meio de parceiros Microsoft que já possuem soluções prontas para o PIX, como a Sinqia e a Matera; 
  6. Analytics e Inteligência Artificial. A nuvem do Azure fornece ferramentas simples e intuitivas para auxiliar as instituições a estender o valor dos dados do PIX e oferecer ummelhor experiência para o usuário. 
  7. Plataforma aberta de inovação na nuvem que possibilita conectar o PIX às potencialidades ampliadas do Open Banking, explorando as sinergias tecnológicas e de negócios; 
  8. Antifraude AML com IA no AzureComposto por um conjunto de serviços de dadocapacidades de inteligência artificialo processo de análise de transações em tempo real oferece máxima performance combinada com eficiência operacional para analisar transações dentro do tempo exigido pela regulação do PIX. 
  9. Centro de Excelência em Pagamentos Digitais na Nuvem com governança estruturada e modelos ágeis para desenvolvimentos complementares, além de evolução do modelo PIX e inovação contínua. 

 

Utilizando o Microsoft Azure, a Microsoft tem trabalhado com os principais bancos e instituições financeiras do Brasil para que tenham sucesso em suas abordagens técnicas e de negócios voltados para o PIX, possibilitando que a experiência dos brasileiros – ao utilizar essa inovação tecnológica – seja rápida, simplessegura, com escalabilidadee alta performance. 

Além disso, em sua jornada cultural para empoderar pessoas e empresas, a Microsoft também tem colaborado com seus clientes para acelerar a adoção do PIX pelo consumidor final, compartilhando as lições que a própria Microsoft aprendeu ao ajudar a transformar tecnologias emergentes – como o PIX – em experiências naturais e sem fricções no dia a dia de todos. Isso tudo, claro, beneficiando cada vez mais os brasileiros ao caminharem para uma maior bancarização e ampliação da inclusão financeira. 

Quer saber mais sobre as inovações dos serviços financeiros e se preparar para a nova era do setor? Assista ao webinar “Reimagine o Setor Financeiro” da Microsoft com Brett King, autor do livro best seller “Bank 4.0”.