Embora todos nós tenhamos passado por uma grande interrupção no ano passado, os varejistas e as marcas emergiram como um dos heróis da linha de frente que nos manteve alimentados e vivos. Da fazenda à mesa, da fonte às lojas, o fluxo de bens e produtos precisava continuar. Enquanto isso, as expectativas aumentaram e muitos desses produtos agora passariam a chegar direto em nossas portas. Imagine dirigir o fluxo global de mercadorias da sua sala de estar. Imagine se suas fábricas agora tivessem que mudar para equipamentos de proteção e produção de álcool gel em questão de dias. Imagine se os associados da sua loja passassem para agentes de atendimento ao cliente online, visto que as perguntas dos clientes explodiram do dia para a noite. Os varejistas e as marcas de bens de consumo não precisam imaginar. Eles vivenciaram isso. Antes da pandemia, duas fábricas da Unilever produziam cerca de 700.000 unidades de álcool gel para as mãos mensalmente. Em maio de 2020, mais de sessenta fábricas da Unilever estavam fabricando cerca de 100 milhões de unidades por mês, mantendo os funcionários da fábrica seguros e saudáveis. Leia o estudo de caso da Microsoft sobre a Unilever 

Como disse um(a) CEO: “O que não me deixa dormir à noite não é a logística da cadeia de suprimentos ou as vendas, é o bem-estar da minha força de trabalho, porque sei que a nossa empresa vive e morre por eles.” 

Muita coisa está sendo escrita a respeito de resiliência, bem-estar e esgotamento. Jennifer Eggers, autora de “Resilience: It’s Not About Bouncing Back”, descreve a resiliência como o poder a ser energizado e elevado pela interrupção. O Microsoft WorkLab compartilha que a resiliência pessoal requer agência, compartimentação e alegria. Mayo Clinic Uma pesquisa da descobriu que os funcionários precisam ser revigorados em 20% das atividades de trabalho do dia a dia.1  Um alegre percentual de 20% do dia de um funcionário fornece a ele a energia para os outros 80%. Com cada ponto percentual abaixo disso, o risco de esgotamento aumenta em 1%. E uma coisa bonita é que somos todos diferentes e encontramos alegria em atividades que são únicas para nós. Para mim, 20% do tempo gasto aprendendo algo novo e orientando a minha equipe é a alegria responsável por todo o resto. Leia este artigo do Microsoft WorkLab. 

Se o bem-estar pessoal resulta em produtividade e resiliência, e a chave para a resiliência é 20% dos momentos alegres durante a jornada de trabalho, quais medidas podemos tomar para recarregar nossas baterias? 

Aumente o senso de propósito de todos os funcionários 

Ninguém sente um senso de propósito ao se envolver em tarefas repetitivas evitáveis, como digitar dados que poderiam ser digitalizados ou fazer a contagem do estoque manualmente. A produtividade aumenta a rentabilidade geral da empresa, mas também aumenta o valor que sentimos em nosso trabalho e senso de propósito, o que leva à alegria e resiliência. Um executivo da Walgreen Boots Alliance disse tudo: “Ter as ferramentas, recursos e tecnologia para fazer seu trabalho de forma mais eficiente e eficaz definitivamente deixa os funcionários felizes” Assista a este vídeo da Microsoft. Veja abaixo exemplos de empresas de bens de consumo que aumentam o senso de propósito de seus funcionários: 

  • A Mars Petcare redefiniu a forma como capacita seus associados da linha de frente para lidar com a manutenção preventiva diária nas máquinas e equipamentos de fabricação de alimentos para animais de estimação da empresa. Quando a COVID-19 atingiu o mundo, a Mars Petcare imediatamente desenvolveu o que foi apelidado internamente de seu Manual da COVID-19, para fazer o que fosse necessário para manter os associados seguros e as operações em execução em capacidade praticamente total. Minha labradora amarela, Lucy, gostaria de agradecer formalmente à Mars Petcare por garantir que seus Greenies (brinquedo dental) continuassem chegando sem interrupções. Leia o estudo de caso da Microsoft sobre a Mars 
  • A Land O’Lakes fez uma parceria com a Microsoft para inovações pioneiras que oferecem suporte a agricultores e comunidades rurais por meio de ferramentas baseadas em IA e banda larga aprimorada. Todos nós nos beneficiamos quando os agricultores têm acesso a informações em tempo real e utilizam seu tempo e energia de forma eficiente para alimentar o mundo. Leia o estudo de caso da Microsoft sobre a Land O’Lakes

Design para experiências e bem-estar do funcionário 

Levante a mão se você tentou comprar, ou comprou, um eletrodoméstico no ano passado. Depois considere quantos funcionários da linha de frente de fabricação ou loja começaram seu trabalho mais recente durante a pandemia, à medida que as marcas se apressavam para suprir a demanda inesperada e elevada. Com o influxo de novos funcionários, as experiências e iniciativas de integração dos funcionários para o bem-estar dos mesmos, como check-ins individuais, nunca foram tão essenciais. 

O relatório das Tendências globais do trabalho do LinkedIn de 2020 destacou a importância da experiência dos funcionários, bem como a demanda por análises de pessoas para melhorar as experiências dos funcionários. A Microsoft anunciou recentemente a disponibilidade da plataforma Microsoft Viva Employee Experience, ou Viva EXP. O Microsoft Viva mantém os funcionários conectados à missão e ao senso de propósito da empresa (lembre-se do nosso primeiro ponto: precisamos saber qual o nosso propósito). Com o Viva EXP, os funcionários se conectam entre si e acessam recursos relevantes à função. Isso permite que os gerentes tenham mais formas de não apenas identificar sinais de esgotamento, mas também formas de mitigá-lo. Treinamento, uma base de conhecimento da empresa e outros recursos se tornam mais fáceis de desenvolver e encontrar. Pessoalmente, estou aguardando ansiosamente a integração do Headspace no aplicativo do Microsoft Viva Insights, para aumentar a frequência e a regularidade de momentos de atenção plena diária. Leia o relatório Tendências do Trabalho Global do LinkedIn de 2020

  • A Unilever, líder mundial em bens de consumo com mais de 400 marcas e 155.000 funcionários, sempre levou muito a sério o bem-estar de seus funcionários. A empresa adotou o Microsoft Viva para fornecer a indivíduos, gerentes e líderes visibilidade baseada em dados, com proteção à privacidade, dos padrões de trabalho que afetam o bem-estar e a produtividade dos funcionários. Esses insights ajudam a Unilever a melhorar a experiência do funcionário e promover um maior equilíbrio entre a vida profissional e a vida familiar. Leia o estudo de caso da Microsoft sobre a Unilever

Revigorar a alegria no trabalho através de novas habilidades 

Pessoas que são desafiadas, prosperam. A pesquisa do LinkedIn descobriu que 94% dos funcionários são mais propensos a permanecer em suas empresas se melhorarem continuamente suas habilidades. Você pode criar um pipeline de aprendizagem/propósito/alegria na sua empresa? 

Um ano depois de a Microsoft lançar uma iniciativa global de competências destinada a ajudar as pessoas a adquirirem as competências digitais necessárias em uma economia afetada pela COVID-19, estamos expandindo nosso compromisso. O esforço mapeia trabalhos sob demanda para as habilidades necessárias, fornece acesso a caminhos de aprendizagem, permite que as pessoas adquiram certificações de baixo custo e fornece ferramentas de busca de emprego. Não seria surpresa para você descobrir que os 5 principais roteiros do LinkedIn Learning sob demanda e baseados em funções mais utilizados no ano passado foram para especialistas em serviço de atendimento ao cliente e representantes de desenvolvimento de vendas. Leia sobre a iniciativa global de habilidades da Microsoft. 

O Microsoft Viva também permite que varejistas e marcas criem uma cultura de aprendizagem simplificando o acesso dos funcionários ao LinkedIn Learning, ao Microsoft Learn, aos Sistemas de Gerenciamento de Aprendizagem, aos provedores de conteúdo de terceiros e ao próprio conteúdo de cada empresa. A aprendizagem contínua não apenas oferece aos funcionários novas habilidades e os mantém envolvidos, mas também oferece oportunidades de crescimento. 

  • Pela primeira vez em seus 175 anos de história, a cervejaria dinamarquesa Carlsberg ofereceu sessões de treinamento on-line ao vivo que chegaram aos funcionários da Ásia, Europa Oriental e Europa Ocidental. O sucesso dessa iniciativa de treinamento levou a uma nova abordagem para aumentar as habilidades dos funcionários da empresa, independentemente de onde eles trabalhem. Leia o estudo de caso sobre a Read Carlsberg. 
  • A multinacional sueco-suíça ABB foca em robótica, energia, equipamentos elétricos pesados e tecnologia de automação. “Os desenvolvedores que passam pelo treinamento da Microsoft nos contam que agora têm os insights e as ferramentas líderes do setor para aplicar IA aos nossos produtos para criar ofertas totalmente novas”, diz Marc Leroux, Chefe de Sucesso do Cliente da ABB. “Eles entendem como construir para o futuro, como oferecer o maior valor aos nossos clientes e como aumentar esses benefícios. Isso é importante para o futuro da nossa empresa.” Leia o estudo de caso sobre a ABB. 

A oportunidade de retribuir aos nossos heróis da linha de frente nunca foi tão clara. Devemos a eles a oportunidade de fazer o seu melhor e ter sucesso através de propósito, bem-estar e ALEGRIA. Lembrem-se da nossa fórmula: o bem-estar pessoal resulta em produtividade e resiliência, e a chave para a resiliência é 20% dos momentos de alegria alimentados pelo aprendizado e crescimento. 

Saiba como a Microsoft capacita todas as empresas de bens de consumo a alcançar mais e capacitar seus funcionários com as ferramentas certas. 

  

1 JAMA e Archives Journals. “Physician Burnout: Time Spent On Meaningful Pursuits May Cut Risk.” ScienceDaily. ScienceDaily, 25 de maio de 2009.